Antônio Bokel | Galeria Aura Arte

Exposição individual Tudo Que Está Coberto, do artista plástico Antônio Bokel, na Galera Aura Arte, em SP, apresenta aproximadamente 20 obras, entre pinturas, esculturas e fotografia. O trabalho de Antônio Bokel transita, há mais de 15 anos, entre a linguagem urbana dos lambe-lambes, das pichações e dos grafites à colagem, à fotografia, à escultura e às telas.

Com um olhar de “migrante” na cidade de São Paulo, observando as inquietações da metrópole, o artista iniciou o processo de criação da sua nova exposição “Tudo que está coberto”, que abre no dia 26 de agosto, na Galeria Aura Arte, na Vila Madalena, com curadoria de Paulo Gallina. A exposição conta com aproximadamente 20 obras, sendo 17 pinturas e três esculturas em concreto e bronze. A ideia para a individual surgiu durante uma caminhada com Paulo Gallina, por meio da observação, ao longo do percurso, de objetos ocultos por outras superfícies – tecidos, lonas, entre outros. “Tudo o que está coberto me inspira”, exclamou Bokel na ocasião.

A partir daí, o que já era latente nos trabalhos anteriores do artista, por meio da pintura, ganha nova passagem para a forma, incluindo os suportes de escultura e fotografia. Na exposição individual da Galeria Aura Arte, por exemplo, as 17 pinturas revelam a preocupação com o caráter gestual, como se cada linha, movimento e cor se preocupassem com o registro do ocorrido, e não com a “imagem em si”. Acerca desse processo reflete Paulo Gallina no texto curatorial da exposição:

“Ao se refletir sobre o universo das artes sempre se está pensando em imagens, com frequência, entretanto, confunde-se uma obra de arte com a superfície da imagem. Talvez nas produções artísticas artes literárias ou musicais a relação entre a forma apresentada e o conteúdo discorrido não se reportem tanto às imagens sobre o papel. Com a produção em artes plásticas, no entanto, a imagem é reiteradamente tomada como sinônimo da superfície visível. Uma conclusão razoavelmente lógica, ainda que se revele como falsa no contexto da pesquisa e produção do artista carioca Antônio Bokel”.

 

Compartilhar: