Andressa Cantergiani | Galeria Ecarta

A Galeria Ecarta, espaço dedicado à arte contemporânea e à experimentação produzida no Rio Grande do Sul, apresenta a nova exposição  ∆ORIST∆, de Andressa Cantergiani, que destaca a produção da artista gaúcha no campo da performance.

Nos últimos anos, Andressa vem se destacando por uma série de ações performadas em espaços públicos e institucionais de Porto Alegre, Rio de Janeiro, São Paulo, Berlim e Lisboa.

A performace — também chamada artes do corpo — caracteriza-se por ser um tipo de modalidade artística que ocorre ao vivo diante do público, deixando depois apenas registros como imagens, vídeos e objetos. Para apresentar um olhar curatorial sobre esse tipo de produção artística, o curador da exposição, Francisco Dalcol, toma a noção de “aoristo” como mote conceitual. De acordo com ele, “aoristo” é um tempo verbal remoto, existente em grego e no sânscrito, que se refere a um passado indefinido e indeterminado. “Ao emprestar o sentido de uma ação ou um acontecimento sem que se defina seu tempo de ocorrência ou duração, a expressão é mobilizada pela curadoria como estratégia de abordagem para revisitar performances que serão apresentadas na exposição por meio de fotografias, vídeos e objetos, com interesse na performatividade própria ao devir desses vestígios”, explica.

A exposição individual conta com uma seleção curatorial de trabalhos produzidos em anos recentes por Andressa, que serão apresentados na galeria por meio de fotografias, projeções e exibições de vídeo.  Além das obras com imagens fixas e em movimento, serão exibidos objetos tridimensionais relacionados às ações da artista, que, segundo o curador, na mostra assumem um caráter de esculturas performadas.

Integram o projeto expositivo novas ações e trabalhos que Andressa desenvolverá no contexto da mostra na Galeria Ecarta. Um dos destaques é Combate, uma performance duracional, no Museu do Exército de Porto Alegre (Rua dos Andradas, 630), de 10 a 18 de julho, em que a artista passará o período vivendo entre tanques de guerra, carros de combate e objetos bélicos. Haverá transmissão ao vivo pela internet, no canal da artista no YouTube, com acesso na Ecarta.

Também está programada uma conversa com Andressa e Dalcol, em 24 de julho, às 18h, na Ecarta. Todas as atividades paralelas têm entrada franca e a visitação vai até 29 de julho.

Compartilhar: