Amélia Toledo | Galeria Murilo Castro

Mostra traz curador e maioria das obras de “Lembrei que Esqueci”, eleita a melhor exposição de 2017 pela Associação Brasileira de Críticos de Arte. Exposição “Dobras da Memória” integra o Circuito 10Contemporâneo.

Uma das precursoras da arte interativa no Brasil, Amélia Toledo chega à Galeria Murilo Castro com mostra cuidadosamente organizada por Marcus Lontra Costa, mesmo curador de “Lembrei que Esqueci”, grande exposição dedicada à artista em 2017 que ganhou dois grandes prêmios de crítica. Cerca de 25 obras das mais relevantes da carreira de Amélia vão compor a mostra batizada de “Dobras da Memória” que fica em cartaz de 1 a 29 de setembro.

“Amélia Toledo buscava a aproximação, o contato com as pessoas, a criação coletiva. Surgiram então as esferas de resina, as Marcianitas e as Esferas Hápticas, prenhas de poesia e sedução, objetos lúdicos à espera do toque, do abraço, do envolvimento”, explica o curador Marcus Lontra Costa. “São experiências, na maioria das vezes, lúdicas e despojadas de critérios e dos materiais eruditos, que poderiam vir a engessar as sinceras e afetuosas empreitadas abstratas de Amélia”, completa. Ganham destaque na mostra as esculturas Dragões Cantores (2007) – concebidas com pedras em estado bruto e esculpidas pelo impacto causado pelas ondas do mar sobre um pilar de concreto bruto – e Impulsos (1999-2017) – composto por pedras parcialmente polidas, como quartzo, ametista e calcita.

A exposição “Dobras da Memória” é um marco também para a Galeria Murilo Castro, que passa a representar a artista em Minas Gerais. “É uma honra muito grande a realização dessa exposição. Conheci a obra de Amélia quando ainda era colecionador, há mais de 30 anos, e agora depois de mais de um ano de negociações, chegamos nesse formato. Faremos não só essa mostra, mas também garantiremos uma presença mais significativa da artista na ArtRio 2018”, explica o galerista Murilo Castro.

Murilo Castro, além de participante de todas as quatro edições do Circuito 10 Contemporâneo, é um dos idealizadores deste projeto colaborativo que busca formar público e fortalecer o mercado de arte de Minas Gerais. Nesta edição do participam as seguintes galerias: AM Galeria de Arte, Beatriz Abi-Acl, Galeria Celma Albuquerque, DotART, Studio Cícero Mafra, Lemos de Sá Galeria, Galeria Orlando Lemos, Galeria Manoel Macedo, Periscópio, Galeria Murilo Castro.

Compartilhar: