Alan Adi | Museu de Arte da Bahia

“‘Cortejo para um Novo Dois de Julho’, trata-se de uma pesquisa iniciante sobre iconografia baiana associada a um acontecimento histórico ainda pouco tratado: as recorrentes e antecipadas lutas na Bahia pela independência de todos brasileiros e a resistência do lugar em não voltar a ser colônia. Na exposição passo por estudar ícones do festejo da independência no estado (comemorada no Dois de Julho) e tento apresentá-los vez ou outra em uma estética que sugere uma conexão às obras pertencentes ao acervo do Museu que a abriga. Simulando recortes de “falsos históricos”, as pinturas e esculturas formam uma fragmentada ocupação do espaço, que por sua vez exibem figuras que colaboram para uma identidade do lugar hoje, produzindo uma conversa sobre a invenção das imagens representativas de um território e quais imagens são legitimadas como históricas e consequentemente aceitas em um acervo de museu. A figura do caboclo e a paisagem solar são exemplos de imagens referenciais da exposição.”
-Alan Adi.

Compartilhar: