Adriana Lerner e Eduardo Rezende | Art in Progress

A exposição Urban Flow, da artista visual Adriana Lerner e do fotógrafo Eduardo Rezende, no espaço Art in Progress, no Rio Design Leblon, tem curadoria de Fabio Szwarcwald, atual diretor da Escola de Artes Visuais do Parque Lage.

A parceria entre os cariocas Adriana e Eduardo começou em 2017, quando se conheceram em Miami. A sincronia imediata da dupla surgiu da conversa sobre a escultura cinética ‘Fluxos’, do nova-iorquinho Daniel Wurtzel, instalada no Museu do Amanhã, no Rio. Ambos ficaram fascinados com o fluxo de tecidos, gerado pelo vórtice de ar desenvolvido pelo artista, conhecido por criar esculturas com o vento.

Rezende registrou os efeitos da obra de Wurtzel durante sua visita ao museu. Adriana – que cria peças de arte a partir de xales de cashmere – projetou a possibilidade de substituir o tecido dançante de poliéster da instalação original, por uma de suas criações ultraleves e translúcidas.

Juntando seus projetos, talentos, uma câmera e o vento, a dupla produziu um mosaico formado por 23 surpreendentes fotografias de xales coloridos de cashmere, sobre fundo preto. Este trabalho integrou a exposição “Take Your Art For a Walk”, durante a Miami Art Basel, na Bossa Gallery, em Miami Design District, em dezembro de 2017.

Para a nova série Urban Flow, Eduardo capturou os xales superleves, naturalmente posicionados na frente de fachadas inusitadas de Miami. Além da câmera, a única “ferramenta” alternativa foi a brisa natural. Muita corrida e nenhum recurso de edição. Com este trabalho, os dois artistas uniram a série “O Nômade e as Casas”, de Eduardo, à coleção “Unexpected Cashmere”, de Lerner. O resultado, de plasticidade ímpar, reflete um olhar sensível e apaixonado pela fluidez de tecidos e cores. O desafio é a percepção do que é cashmere ou sombra em algumas imagens… E o encontro surpresa de contornos curiosos gerados a partir da combinação vento e xale.

“A arte é capaz de criar interseção entre pessoas de universos aparentemente distintos que, ao expressarem seus afetos e percepções de mundo, descobrem um olhar comum. A série Urban Flow, que uniu os talentos de Adriana e Eduardo, resultou numa riqueza de texturas raras e contrastes hipnóticos”, comenta Szwarcwald.

Em tempo: idealizadora da marca Arrivals Gate, Adriana cria e distribui, aqui no Brasil, xales de cashmere de alta qualidade feitos à mão em Katmandu, no Nepal. As peças viraram objetos de desejo entre pessoas de diversas partes do país, que passaram inclusive a colecioná-los.

 

 

 

 

Compartilhar: