A lógica do lugar | Museu da Cidade – Casa do Bandeirante

A Casa do Bandeirante – Museu da Cidade, equipamento da Secretaria Municipal de Cultura, recebe a instalação temporária “A lógica do lugar”, de Gustavo Rezende, a partir do sábado, dia 06 de abril. A estrutura tridimensional de 40 metros de comprimento, feita de pedras de granito, atravessa a casa histórica, evidenciando seus aspectos vernaculares e também seu uso.

Com a implantação do muro de 1, 2 m de altura, e cerca de 70 toneladas, Gustavo Rezende associa arquitetura, espaço e história, realizando sua maior instalação ao ar livre até hoje. A instalação, que avança 16 metros além da extensão da casa, coloca em evidência diversas camadas de significados e procedimentos ligados à construção e uso da mesma, enfatizando as relações sociais e estéticas que permeiam aquele espaço, segundo Rezende.

“Essa ponte entre o edifício construído entre os séculos XVII e XVIII e a arte contemporânea oferece uma nova leitura para esse sítio histórico, renovando sua importância à medida que o reconecta com a nossa realidade. A casa incorpora a obra e cria um novo lugar”, declara o artista.

Com a instalação, o público que frequenta a Casa do Bandeirante não acessa seu interior, e é justamente esse impedimento que o faz atentar para o uso da arquitetura como obra, que ora funciona como intervenção urbana, propondo uma discussão sobre arte, arquitetura e lugar, bem como as implicações entre essas disciplinas.

 

Compartilhar: