Hubert Fichte | Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica

A abertura da exposição “Implosão: Trans(relacion)ando Hubert Fichte” reuniu artistas, curadores e escritores no Centro do Rio de Janeiro.  Além de um debate que lotou o auditório do Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, a tarde contou com performance de Negro Leo e convidados, Coletivo Bonobando e exibição da obra “Neyrótika”, de Hélio Oiticica. Inaugurada no dia 25 de novembro, o projeto debruça-se sobre obra de um dos maiores autores cults alemães, poeta maldito e cronista do submundo alemão, Hubert Fichte (1935-86). A mostra reúne trabalhos de artistas contemporâneos, principalmente brasileiros, convidados a incursionar no universo de Fichte: Ayrson Heráclito (BA), Coletivo Bonobando (RJ), Letícia Barreto (SP), Michelle Mattiuzzi (SP/BA), Negro Leo (MA), Pan African Space Station (África do Sul) e Rodrigo Bueno (SP). Há também instalações e obras de arquivo que se alinham com o próprio olhar de Fichte em seu contexto histórico, assinadas por Hélio Oiticica, Leonore Mau e Alair Gomes.

A iniciativa faz parte de um grande projeto internacional, concebido por Anselm Franke e Diedrich Diederichsen, lançado na Alemanha pela Haus der Kulturen der Welt (HKW) em parceria com o Goethe-Institut. O objetivo é levar o legado de Fichte às cidades que ele visitou e sobre as quais escrevia: Lisboa, Salvador, Rio de Janeiro, Dakar, Nova Iorque, Santiago do Chile, entre outras. A exposição propõe um questionamento sobre os olhares, posições, preconceitos e lugares de fala do poeta libertário alemão, judeu, homossexual, que procurou no Brasil novas alianças minoritárias, tanto nos terreiros quanto nos banheiros públicos. A mostra, com curadoria do filósofo Max Jorge Hinderer Cruz e do artista Amilcar Packer, fica em cartaz no Rio até 13 de janeiro de 2018.

Compartilhar:
Aberturas - - 16/07/2016

Missão Lance Ventoux

Coquetel de abertura com vinhos e pães by Iasmin

Aberturas - - 02/02/2017

Maria Lynch | Máquina Devir | Oi Futuro Ipanema

Abertura da exposição de Maria Lynch “Máquina Devir”, no Oi Futuro Ipanema, Rio de Janeiro
14/01/2017

Crédito: Paulo Jabur

Aberturas - Notas - 30/04/2015

MCM Gallery abre em São Paulo

São Paulo ganha mais um espaço dedicado às artes plásticas. A MCM Gallery, dos sócios Maria Claudia Mastrangello, Matheus Bulhões …

Aberturas - - 13/07/2017

[co]existências | Inauguração Galeria Base

A coletiva inaugural da nova Galeria Base em São Paulo reuniu 24 trabalhos dos artistas Anna Bella Geiger, Anna Maria …

Aberturas - Notícias - 30/04/2015

Marcelo Stefanovicz abre mostra com inéditas

O GRIS Escritório de Arte abriu a exposição Show Off, do artista plástico brasileiro Marcelo Stefanovicz, com curadoria de Paulo …

Aberturas - Notícias - 11/08/2014

Vernissage da mostra "There was a boy", de Ramonn Vieitez, na Amparo 60

A exposição There was a boy, do jovem Ramonn Vieitez, teve sua abertura na Galeria Amparo 60. A mostra, a …

Aberturas - Notícias - 05/03/2015

Abertura de Fábio Miguez na Galeria Nara Roesler.

A Galeria Nara Roesler abre seu calendário de exposições de 2015 em SP trazendo de 29.02 a 28.03 a mostra …

Aberturas - - 23/10/2018

O olho que aponta não é o mesmo que vê | Galeria BASE

A Galeria Base abriu a mostra “O olho que aponta não é o mesmo que vê”, composta por 32 obras – colagens, desenhos, gravuras, fotografias …

Aberturas - - 14/07/2017

Luiz Martins | Reliquias | Verve Galeria

Abertura da mostra do artista multimidia Luiz Martins, com curadoria de Ian Duarte Lucas, na Verve Galeria.

Apoio Cultural – Campari

Fotos …

Aberturas - - 28/06/2016

GWSGALLERY | AUTUMN SONNICHSEN

Aberturas - - 22/09/2016

#I_am_on_line | Gabriel Wickbold

Gabriel Wickbold se apropria do suporte humano para mostrar um conflito contemporâneo. Com as linhas envoltas em suas “esculturas” ele …

Aberturas - - 20/10/2017

Michael Drumond | Ao Redor | Verve Galeria

Abertura da exposição “Ao Redor” de Michael Drumond, com curadoria de Ian Duarte Lucas, na Verve Galeria.

Fotos de Rodrigo Trevisan