Miró 47.Miró mirando Miró I

A Magia de Miró na CAIXA Cultural de São Paulo

Miró elegeu a liberdade como modo de viver e de pintar, transpondo as fronteiras entre a pintura e a poesia. Em suas criações, experimentou inúmeras possibilidades de formas e de cores, compondo um mundo próprio, de sonhos e de magia. Um convite para esse universo onírico é que sugere a exposição “A Magia de Miró, desenhos e gravuras”, que estreia na Caixa Cultural São Paulo, com visitação de 22 de fevereiro a 20 de abril de 2014. A mostra é gratuita e conta com o patrocínio da Caixa Econômica Federal.

Sob curadoria de Alfredo Melgar, conde de Villamonte e fotógrafo galerista em Paris, a exposição possui 69 obras do artista espanhol e 23 fotografias em P&B de Miró registradas por Melgar. Inédita no Brasil e apresentada pela Zíngara Comunicação, Marketing e Produções Culturais, “A Magia de Miró” já foi realizada em prestigiadas galerias de arte e museus da Europa, América e Oceania.

A exposição revela um plano mais íntimo e pessoal do mundo de Miró, alguns dos desenhos em exposição são esboços ou notas, que refletem o universo onírico levado à perfeição em suas obras públicas. São obras únicas, muitas delas realizadas em papel, com desenhos em várias superfícies, feitos com lápis e giz de cera ao longo dos últimos cinco anos de vida do artista. As ilustrações correspondem a diferentes épocas da sua produção, entre 1962-1983, e remetem ao universo do processo criativo do artista, que pintou e desenhou sobre qualquer superfície que permitisse exibir sua enorme criatividade e conhecimento.

No dia da inauguração, haverá uma palestra com o galerista e curador Alfredo Melgar, às 16h30, e a partir das 18h30, será realizada a Slow Art Intervention, uma atividade paralela em frente ao prédio da CAIXA Cultural São Paulo. O intuito é levar a arte para as ruas através da exibição ao ar livre de um documentário sobre a vida de Miró.

Após a temporada em São Paulo, a exposição segue para as unidades da CAIXA Cultural em Curitiba (20 de maio a 20 de julho de 2014), Rio de Janeiro (28 de julho a 28 de setembro de 2014), Recife (7 de outubro a 7 de dezembro de 2014) e Salvador (16 de dezembro de 2014 a 8 de fevereiro de 2015)

 

Joan Miró

Nascido em Barcelona, na Espanha, em 20 de abril de 1893, Miró é um dos mais renomados artistas da História da Arte Moderna. Estudou com Francisco Galí, que o apresentou às escolas de arte moderna de Paris, transmitiu-lhe sua paixão pelos afrescos de influência bizantina das igrejas da Catalunha e o introduziu à fantástica arquitetura de Antonio Gaudí. Em suas pinturas e desenhos, tentou descobrir signos que representassem conceitos da natureza num sentido poético e transcendental. Nesse aspecto, tinha muito em comum com dadaístas e surrealistas, sendo influenciado principalmente por Paul Klee. Miró também trazia intuitivamente a visão despojada de preconceitos que os artistas das escolas fauvista e cubista buscavam, mediante a destruição dos valores tradicionais. A partir de 1948, entre Espanha e Paris, realizou uma série de trabalhos de conteúdo poético com variações temáticas sobre mulheres, pássaros e estrelas, entre eles esculturas. Em 1954, ganhou o prêmio de gravura da Bienal de Veneza e, quatro anos mais tarde, ganhou o Prêmio Internacional da Fundação Guggenheim pelo mural que realizou para o edifício da UNESCO, em Paris. Miró morreu em Palma de Maiorca, na Espanha, em 25 de dezembro de 1983.

 

Alfredo Melgar

Alfredo Melgar Alexandre (Madrid, 1944), XIII conde de Villamonte, curador da mostra. Foi médico rural e professor da Cruz Vermelha, atuou como médico voluntário dos campos de refugiados do Oriente Médio e viajou pela América, África, Ásia e Europa trabalhando, alternadamente como médico e fotógrafo. De volta à Espanha, em 1980, fundou a editora e galeria de arte Alfredo Melgar, produzindo portfólios de pintura, música e poesia. De 2003 a 2008 foi Presidente da Associação Espanhola de Gestores do Patrimônio Cultural (AEGPC). Hoje, Melgar vive em Madrid, realizando trabalhos de edição, produção e direção de exposições e eventos culturais.

Serviço:

Exposição: “A Magia de Miró”

Abertura: 22 de fevereiro de 2014 (sábado) às 11h

Data: de 22 de fevereiro a 20 de abril de 2014 (terça-feira a domingo)

Horário: das 9h às 19h


Palestra com Alfredo Melgar

Data: 22 de fevereiro de 2014

Horário: 16h30

Vagas: 50

Inscrições: (11) 3321-4400

CAIXA Cultural São Paulo

Praça da Sé, 111 – Centro – São Paulo, SP

Entrada Franca

Classificação etária: livre

Informações: (11) 3321-4400

Patrocínio: Caixa Econômica Federal

www.caixacultural.com.br

Comente